Empresas alegam que não conseguem manter a frota circulando com o atual preço da passagem, fixado há três anos. Proposta é que valor da passagem passe de R$ 3,00 para R$ 4,45.

Foi discutida nesta quinta-feira (11) durante reunião de empresários de transportes coletivos de Santarém, no oeste do Pará, a proposta de reajuste na tarifa de ônibus. Empresas alegam que não conseguem manter a frota circulando com o atual preço da passagem, fixado há três anos.

Segundo o presidente da Sindicato das Empresas de Transporte Públicos de Passageiros de Santarém e Belterra (Setrans), Mário Borges, durante o último ano de pandemia da Covid-19 houve muito aumento no valor dos combustíveis.

“Aumentou praticamente em 100% o preço, só em um ano. Nada mais justo do que esse reajuste pra gente poder manter a frota rodando”, disse o representante da Setrans.

Um estudo técnico foi feito pelo Sindicato e apresentado ao município para solicitação do reajuste. De acordo com esse estudo, o valor ideal teria que passar dos atuais R$ 3,00 para R$ 4,45.

O secretário municipal de Mobilidade e Trânsito, Paulo Jesus, explicou que foi feito um estudo e o valor proposto seria de 35% desse valor. “O impacto seria de 0,90 em cima do atual valor da tarifa”, explicou.

Portal olho de Olho de Boto, com as informações do g1 Santarém e Região – PA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *