Fora do cargo desde 3 de novembro, Fonseca está sendo investigado por responsabilidade e prática de infração político-administrativa.

Assim, mantêm-se a decisão liminar dada no dia 3 de novembro pela desembargadora do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), Luzia Nadja Guimarães do Nascimento.

pedido de cassação foi protocolado na Câmara Municipal pelo ex-vereador Zequinha Calderaro, no dia 9 de agosto deste ano, apontando crimes de responsabilidade e prática de infração político-administrativa que teriam sido cometidos pelo prefeito, entre elas, a contratação de pessoal para cargos que não foram criados por lei, para beneficiar aliados políticos.

O prefeito de Oriximiná teve seu mandato cassado pela Câmara Municipal em 22 de outubro, mas após liminar concedida no dia 26, a cassação foi suspensa e Fonseca voltou a exercer as funções de prefeito. Após a suspensão da liminar, o gestor foi retirado do cargo novamente.

A defesa de Willian Fonseca ainda não se pronunciou se irá recorrer da decisão do STJ..

Portal de Notícias Olho de Boto, com as informações do g1 Santarém e Região – PA.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *