Crime aconteceu no dia 3 de setembro de 2021. Vítima, Ianderson Pontes dos Santos, ainda chegou a ligar para mãe e avisar que tinha sido esfaqueado.

Foi condenado a 21 anos e 6 meses de reclusão em regime inicial fechado, Marcelo de Oliveira Melo, 19 anos, por crime de latrocínio que teve como vítima o mototaxista não credenciado Ianderson Pontes dos Santos, 22 anos. A sentença foi proferida na terça-feira (8) pelo juiz Alexandre Rizzi, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santarém, oeste do Pará.

O crime aconteceu na tarde do dia 3 de setembro de 2021, em uma área isolada no bairro Matinha, próximo ao ZooUnama. Marcelo se fez passar por passageiro e pegou uma corrida com Ianderson. Ao chegar à Alameda Ipê, uma área deserta, anunciou o assalto e deu uma facada nas costas de Ianderson.

Enquanto a vítima corria para não levar mais facadas, o criminoso fugiu levando a moto. Ianderson ainda conseguiu fazer uma ligação para a mãe, contou que havia sido assaltado e ferido à faca, pediu socorro, mas quando a mãe dele e outros familiares chegaram ao local, o jovem já estava morto.

O caso foi então registrado na 16ª Secional Urbana de Polícia Civil e as buscas pelo criminoso começaram. No dia seguinte, 4 de setembro, uma denúncia anônima à polícia informava que Marcelo estava escondido na casa de familiares na comunidade Vila Goiânia, no município de Mojuí dos Campos, no oeste paraense.

Marcelo foi localizado e preso em Vila Goiânia e depois apresentado na 16ª Seccional de Polícia Civil, onde confessou ter matado Ianderson. Disse que não conhecia Ianderson, que não tinha nenhum problema com ele e nem intenção de matá-lo, que ele queria apenas a moto. Disse também que era do município de Monte Alegre e havia chegado a Santarém no dia do crime.

A arma usada no crime e a motocicleta de Ianderson Pontes foram encontradas pela polícia ainda no dia 4 de setembro.

Fonte: g1 Santarém e Região — PA

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.